quinta-feira, 28 de julho de 2011

John Grisham ganha o prêmio Harper Lee


O autor best-selling é o vencedor inaugural do prêmio Harper Lee para a ficção legal pelo seu trabalho 'A Confissão'

O prêmio, criado pela faculdade de direito da Universidade do Alabama, será dado anualmente à ficção publicada que o “melhor exemplifica o papel positivo dos advogados na sociedade e no seu poder de efetuar mudanças.”
'A Confissão', selecionada por um comitê que incluem David Baldacci autores e por Linda Fairstein, documenta esforços de um advogado para manter seu cliente inocente de sua execução. O livro atualmente ocupa a 9º posição na lista dos best-sellers do USA Today desde seu lançamento em Outubro de 2010.

Grisham será premiado no dia 22 de Setembro em uma cerimônia em Washington D.C. Sua próxima ficção, The Litigators (Doubleday), será publicada no dia 25 de Outubro.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Theodore Boone: O Rapto



















Theodore Boone: The Abduction (TheodoreBoone: O Rapto), segundo livro da série Theodore Boone escrito por John Grisham para o público infanto-juvenil foi lançado no começo de Junho nos Estados Unidos. (ainda sem previsão de lançamento no Brasil)

Theodore Boone está de volta em uma nova aventura, e os riscos são maiores do que nunca.

Quando sua melhor amiga, April, desaparece do quarto dela no meio da noite, ninguém, nem mesmo Theo Boone - que conhece April melhor do que ninguém - têm as respostas.

Neste romance cheio de suspense, John Grisham o bestseller # 1 e mestre indiscutível do thriller jurídico, traz novamente Theodore Boone que manterá os leitores intrigados até o fim.

Páginas: 272 Páginas
Editora: Dutton Juvenile


“Grisham clássico” - Los Angeles Times


Página oficial da série
Clique aqui para ler o primeiro capítulo (em inglês)


(Spot para TV)

(Capa do livro lançado na Inglaterra)

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Promoção "A Confissão"


Surpresa! Para comemorar o lançamento de novo livro de John Grisham, começamos hoje uma promoção  do John Grisham Brasil em parceria com a Editora Rocco! O vencedor do sorteio leva pra casa o novo livro do autor, "A confissão"!

E para você participar é muito simples, basta seguir o John Grisham Brasil e a Editora Rocco no Twitter e tuitar a seguinte mensagem:

Eu sigo a @editorarocco e o @jgrisham_br para concorrer ao novo livro de John Grisham! Detalhes em: http://jgrishambrasil.blogspot.com

Corra , você tem até o dia 25 de Julho 2011, para participar! A promoção é válida para todos os residentes em território brasileiro. O sorteado será divulgado no blog e no Twitter. Não perca essa chance!


quarta-feira, 13 de julho de 2011

Juliette Lewis junta-se a Josh Lucas na versão televisiva de "A Firma" (The Firm)


Juliette Lewis (na imagem) e Callum Keith Rennie acabam de se juntar a Josh Lucas na versão televisiva de "A Firma", uma famosa obra de John Grisham que já tinha sido adaptada ao cinema em 1993 com Tom Cruise no papel principal.

A NBC ordenou a execução de 22 episódios que seguirão os eventos após os do filme, quando Mitch McDeere abandona o programa de protecção de testemunhas.

Recordamos que no filme seguíamos um advogado, Mitch McDeere (Tom Cruise), que era contratado por uma famosa firma com ligações à Máfia. Quando McDeere ameaça de alguma forma a empresa, ele começa a ser perseguido e chantageado por estes.

Artigo retirado do site www.c7nema.net

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Thriller com pesada crítica à pena de morte

Pena de morte é assunto polêmico. Sempre foi e segue sendo. Há quem diga que a pena é um favor da sociedade para determinados criminosos incorrigíveis e que o melhor é a prisão perpétua ou a condenação a prestação de serviços à comunidade. Outros apontam para injustiças históricas de julgamentos e execuções e são contra a pena capital. O romance A confissão, de John Grisham, o papa dos thrillers jurídicos, que marca sua consagradora volta à narrativa longa, lançado há dias no Brasil, é, antes de tudo, uma pesada crítica à pena de morte. Nunca o autor assumiu posição tão clara sobre tema tão polêmico. O livro permaneceu por cinco meses na lista de mais vendidos do The New York Times e chega às livrarias juntamente com a reedição da obra completa do autor pela Editora Rocco, com novo e sofisticado projeto gráfico. Grisham já vendeu a bagatela de 275 milhões de exemplares em 29 idiomas. A narrativa traz o protagonista Donté Drumm, condenado por um crime que não cometeu, o assassinato de sua colega de escola Nicole Yarber. A menos de uma semana para a data da execução, o verdadeiro assassino, Travis Boyette, aparece para assumir a culpa. Travis é portador de um tumor cerebral, está com os dias contados e parece se sentir mal por enviar um inocente à morte. A questão é que o implacável sistema jurídico norte-americano já ligou seu relógio para a execução de Drumm e a revelação de última hora pode não ser suficiente para parar o cronômetro. Ninguém parece disposto a admitir o erro. A vida de um homem está em jogo e o Texas está com tudo pronto para executá-lo. Um advogado disposto a tudo para defender o cliente, críticas a um sistema judiciário corrupto e incompetente e outros elementos já bem conhecidos da obra de Grisham estão na obra que prende os leitores desde o início, com seu suspense arrebatador.
A confissão levanta a questão de até que ponto alguém tem o direito de decidir sobre a vida ou morte de outra pessoa, tomando como base fatos nem sempre comprovados. Depois de ouvir a confissão o reverendo Keith Schroeder e os leitores embarcam, junto com outros personagens, numa corrida louca para evitar a execução de Drumm. Keith e Travis lutam para serem ouvidos, mas o relógio anda inexoravelmente rumo à hora final de um homem condenado por um crime que não cometeu. Editora Rocco, 480 páginas, R$ 39,50, tradução de Alexandre Martins.

Fonte: Jaime Cimenti / Jornal do Comércio