terça-feira, 16 de março de 2010

A intimação


Editora: Rocco
Tradução: Aulyde Soares Rodrigues
ISBN: 85-325-1435-9
Páginas: 284
Ano de Lançamento: 2002

Sucesso no mercado editorial há uma década, John Grisham, um dos escritores norte-americanos mais lidos no mundo, ficou conhecido pelos legal thrillers que publicou. Em A intimação, ele retoma o gênero que o consagrou, depois de dois romances afastado do suspense. O velho juiz Reuben Atlee exerceu, durante quarenta anos, influência e poder político na pequena cidade de Clanton, no Mississippi; agora amarga o ostracismo, desde que perdeu a eleição para um jovem candidato. Doente, convoca os filhos para uma reunião em Maple Run, a mansão decadente onde vive recluso. Coerente com a objetividade e a formalidade exigida pelo cargo que ocupou, envia a seguinte intimação: "Por favor, façam seus planos para comparecer ao meu escritório no domingo, 7 de maio, às 5 horas da tarde, a fim de discutirmos a administração dos meus bens."

O filho mais velho, Ray Atlee, 43 anos, mora em Charlottesville, Virgínia. Professor universitário, formou-se em Direito para seguir os passos do pai, mas se recusou a montar um escritório em Clanton. Recém-divorciado, ainda não se refez da traição: Vicki, sua mulher, engravidou do magnata Lew Rodowski, deu à luz gêmeos, fez suas malas e partiu. A vida de Forrest, o filho de 36 anos e ovelha negra da família, se resume a contar há quantos dias não consome mais nenhum tipo de droga, já que é um ex-viciado, a manter sua relação com Ellie e mudar constantemente de emprego. Mora em Menphis.

Ray chega primeiro e encontra o pai morto no sofá, ao lado de um pacote de morfina. Sobre a escrivaninha, um testamento o coloca como inventariante na divisão dos bens entre os dois irmãos. Depois do susto inicial, o advogado percebe que há dezenas de caixas de papel de carta no armário. Dentro delas, uma fortuna em espécie de cerca de 3 milhões de dólares.

Ele esconde o estranho legado de todos, inclusive do irmão, e começa a investigar a origem do dinheiro por conta própria, já que Reuben ganhava uma pensão de apenas 52 mil dólares por ano e doava quase tudo à caridade. A partir dessa descoberta, o protagonista se envolve numa trama de chantagem, que culmina num desfecho surpreendente, a exemplo das primeiras obras de Grisham, como Tempo de matar e O dossiê Pelicano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário